19. Porque grande é a recompensa nos céus

Série - A busca da felicidade em Cristo

Publicado em 22/04/2022 às 14h41

1. TEMPO DE ORAR | 5 min
2. TEMPO DE CANTAR | 5 min
3. TEMPO DA PALAVRA | 30 min

"Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus..." (Mt 5:12).

Introdução | Quando buscamos imitar a Cristo as perseguições são inevitáveis. Porém é aí que reside a glória de toda a nossa situação. Se porventura formos convocados a sofrer por Jesus é porque o caminho que estamos trilhando nos levará de volta para Ele. A convicção de que temos em nosso coração Aquele que é maior que tudo e todos (1Jo 4:4). Você é perseguido?

Uma perseguição ao Cristo verdadeiro | Se o conceito que formamos de Cristo for aplaudido pelos incrédulos, então algo está errado. Odiaram o verdadeiro Jesus, preferiram Barrabás, e o mataram na cruz como ladrão. Alguns ímpios podem até demonstrar certa admiração por Jesus, porém, isso se deve ao fato de que nunca o conheceram. O Cristo verdadeiro é 100% homem, 100% Deus, autossuficiente, único mediador, aquele que nasceu pelo Espírito, viveu sem pecado e morreu por nós, ressuscitou por nós e voltará por nós. Nada a mais, nem menos. Precisa ser o Jesus da Bíblia. Um Jesus que não se adapta para ser desejável, mas que é “pedra de tropeço” para aqueles que estão cegos e não enxergam com fé (1Pe 2:8). Para uns é motivo de queda, mas para outros, de salvação (Rm 1:16). O “seu” Cristo é o bíblico?
 

Uma perseguição pela causa verdadeira | A promessa não se refere aqueles que estão sofrendo perseguição por causa de suas más escolhas ou atitudes. Também não se trata de ser fanático. Não é uma perseguição que surge por se fazer algo errado (1Pe 4:15). Não é também por defender alguma causa. Nem toda luta é por "causa da justiça" de Deus. E por fim, não é por sermos pessoas generosas. Na verdade, o mundo geralmente ama os bondosos, mas persegue os justos. Ser justo, praticar a justiça, na realidade significa assemelhar-se a Jesus. Portanto, "bem-aventurados são os perseguidos por se parecerem com Jesus". Estes sempre serão odiados e perseguidos pelo mundo. Quando buscamos agradar a Deus, não temos mais a aprovação dos homens (At 20:22-24). Você escolhe as suas lutas?
 

Uma perseguição que nos aprova | A perseguição revela o caráter do cristão. Mesmo na perseguição ele se mantem "alegre". Não pela perseguição em si, mas porque ela prova que ele é de Cristo, filho de Deus. O inimigo, ao nos perseguir, acaba de certa forma, nos trazendo este privilégio não só de confiar nEle, mas também de sofrer por Ele. O crente sabe o lugar para onde está indo e o que lhe espera quando ali chegar. Ele se alegra "porque é grande o vosso galardão nos céus". Esse é um princípio que se pode achar por toda a Bíblia (Hb 11:6,26). Somos encorajados a esta alegre esperança na coroa da glória, na volta de Cristo, nas coisas que são do alto (Tg 1:12; Ap 2:10). Não que mereçamos, mas aprove a Deus, em seu amor, nos agraciar com esta linda e misteriosa promessa. 
 

A felicidade de ser aprovado | Felizes são aqueles que são perseguidos por causa do seu amor à Cristo e à Sua Obra. Aqueles que não desejam a glória dos tribunais terrenos, mas mesmo diante da tribulação e da própria morte permanecem firmes e aguardam a Justiça de Deus, que prevalecerá. Permanecem pacientes, tolerantes, retribuindo mal com o bem, oferecendo a outra face. Se mantêm fortemente comprometidos, mesmo diante das tribulações, porque depositam a sua recompensa nos Céus, fora do alcance do acaso, da fraude e da injustiça. Haverão de ver o Senhor face a face. Desaparecerão a tristeza e os gemidos; todas as lágrimas serão enxutas. Não haverá mais guerra, nem separação, nem infortúnio, e nem coisa alguma capaz de nos tornar infelizes! Uma realidade celestial "incomparavelmente melhor" (Fp 1:23)! Você acredita nisso?
 

A oração do perseguido | Pai, tenho experimentado a dor e o sofrimento de ser perseguido por aqueles a quem não fiz mal algum. Eles me odeiam simplesmente porque não renuncio à Tua Verdade. Quanto mais tento ser semelhante a Jesus, mais me perseguem. Mas apesar disto, me sinto tão feliz, pois sei que assim também fizeram com os profetas e com nosso Senhor Jesus. E quanto mais sou perseguido, aumento minha fé, e mais próximo do Teu Reino me sinto. Perseverar em Ti é o que mais desejo! Te agradar é minha maior recompensa! 
 

4. TEMPO DE COMPARTILHAR E ORAR | Ore pedindo ao Pai que tire os seus olhos do sofrimento presente e os mantenha fixos nas alegrias eternas (2Co 4:17-18). O Evangelho é essa constante renuncia das alegrias passageiras a fim de vivermos as alegrias eternas. Nosso lar não é aqui, nossa casa é nos céus! 
 

313 visualizações