07. Porque serão consolados

Série - A busca da felicidade em Cristo

Publicado em 22/04/2022 às 12h46

1. TEMPO DE ORAR | 5 min
2. TEMPO DE CANTAR | 5 min
3. TEMPO DA PALAVRA | 30 min

"...porque serão consolados" (Mateus 5:4).

Introdução | A promessa da segunda bem-aventurança é para aqueles que se consideram sujos e miseráveis diante de Deus (Sl 51:6-7, Rm 7:18-24). Para aqueles que lutam arduamente para renunciar a sua própria natureza. Não simplesmente pela obediência em si, mas porque entende na disciplina do Pai a proteção, o cuidado e o amor Dele, nos ensinando a viver uma vida plena. Para aqueles que buscam o perdão em Cristo, porque sabem que ao ocultarmos ou encobrirmos nossos pecados, esse silêncio oprime nossa alma e nos deixa doentes (Sl 32). Mas, na confissão sincera, Cristo nos purifica de todo mal (1 Jo 1:9). Ele nos envia o Espírito Santo que nos ajuda, nos consola e nos fortalece. Quem é o Espírito Santo?

O Espírito consolador | Paulo explica que o nosso espírito carnal e o Espírito divino estão em constante conflito (Gl 5:17). Mas que, se somos guiados pelo Espírito, ele produzirá em nós o seu “fruto” que nos ajuda a viver conforme o caráter e a vontade de Deus (Gl 5:22-23). Assim, o Espírito Santo age como nosso conselheiro e auxiliador (Jo 16:7; Fp 1:19), realizando em nós uma “obra santificadora” (2Ts 2:13; 1 Pe 1:2; 2Co 3:18) nos ajudando a vencer a carne (Rm 8:13) e nos lembrando de Jesus (Jo 15:26), aquele que cumpriu plenamente a vontade de Deus (Jo 6:38). Você deseja ser cheio do Espírito Santo?

Como viver a vontade de Deus se sou pecador? | Só podemos experimentar aquilo que é bom, perfeito e agradável à luz da vontade de Deus, através de uma transformação constante e contínua mediante uma nova forma de pensar, sentir e agir (Rm 12:2). Isso implica em nos parecermos cada dia mais com Jesus. Um processo de santificação que é operado em nós, e através de nós, pelo Espírito Santo (2 Co 3:18; Fp 2:13). Quando pertencemos a Cristo, recebemos força para vencer o círculo vicioso do pecado. Não estamos mais sobre o domínio da carne, mas do Espírito. O pecado já não nos domina pois Cristo se sacrificou pelos nossos pecados! Infelizmente, ainda vamos pecar, o pecado nos persegue “dia e noite”, porém, sempre que buscamos agradar a Deus, ao invés de agradar a nós mesmos, vencemos a nossa velha natureza pecaminosa (Rm 8:1-6). É impossível vencer esta luta sem o Espírito Santo! Por isso Davi suplica: “não tires de mim o Teu Espírito” (Sl 51:11). Assim Jesus foi levado ao deserto, “cheio do Espírito Santo” (Lc 4:1).

A felicidade de agradar a Deus | Felizes são aqueles que reconhecem o seu pecado e sentem tristeza por eles os afastarem de Deus, pois, em meio a suas lágrimas de arrependimento, pelo agir do Espírito Santo, recebem perdão em Cristo. Tendo consciência de sua extrema condenação, encontram em Jesus o seu Salvador. A mais profunda tristeza os leva a mais profunda alegria! Abençoados são aqueles que sentem aflição, não só pelos seus pecados, mas de todos aqueles que em sua fraqueza, se deixam vencer por esta natureza corrompida. Aqueles que sofrem pelas almas que perecem sem salvação. Aqueles que sentem na disciplina do Pai um lugar seguro para suas vidas e seus relacionamentos, um limite que os distância do caos, do medo e da injustiça. Estes encontram em Jesus consolo e paz. Lágrimas de alegria por reconhecer o amor, a misericórdia e o perdão que Cristo dispensou na cruz morrendo por nós. Uma firme esperança de um dia em que Jesus voltará e o pecado será banido para sempre (2Pe 3:13). 

A oração do “que chora” | Deus, longe do Seu jardim, de Sua presença, eu choro de tristeza, porque me sinto frágil, cercado por todos os lados por Satanás e suas ilusões. Eu sei que sou falho, e sem Ti, a minha vontade me levará para um triste fim. Por isso, Pai, enche a minha vida do teu Santo Espírito! Me ajuda a fazer a Tua vontade! Afasta o meu coração de tudo aquilo que me afasta de Ti. Pai, eu me arrependo de todo mal que pratiquei contra Ti e contra o meu próximo. Deus santo, obrigado por me perdoar, mesmo eu sendo pecador! Meus olhos estão cheios de lágrimas, mas meu coração está alegre e cheio de esperança porque sinto o Teu Espírito em mim. 

4. TEMPO DE COMPARTILHAR E ORAR | Ore para que possamos ser cheios do Espírito Santo. Para que ele possa continuar fazendo sua obra em cada um de nós. Para que ele possa estar consolando todos aqueles que agora choram os fazendo se sentir amados e perdoados em Cristo. Ore para que nossos corações estejam cheios de gratidão e que possamos multiplicar o amor e o perdão que recebemos em Jesus, Aquele que nos purifica de todo pecado! Amém! 
 

98 visualizações